STF manobra para barrar execuções de penas após condenações em segunda instância

Enquanto a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, não coloca para julgamento a ação sobre a prisão de condenados em segunda instância, os ministros que defendem a não prisão nesses casos discutem levar o caso para o plenário da Segunda Turma.

Esta seria uma forma de “marcar posição e iniciar movimento de revisão”, diz Márcio Falcão no Jota.

A articulação “se soma a outra ação que vem ocorrendo que é a concessão de habeas corpus para livrar presos nessa situação”.

A justiça não virá com este Supremo. PapoTV suplica para que o povo comece a pedir nas ruas para o Exército impor isso.

 

 

Via: PAPOTV