Todo o trabalho da Lava-Jato poderá ser destruído Hoje. Está nas mãos do Supremo

Ficou para amanhã, dia 14, a continuação da sessão no Supremo Tribunal Federal que definirá os rumos da Lava-Jato. Até o momento o placar está com 2 votos a 1, em favor do envio de investigações sobre corrupção para a Justiça Eleitoral. Votaram pela competência da Justiça Eleitoral os ministros Marco Aurélio Mello e Alexandre de Moraes. O único a divergir foi Edson Fachin, que supervisiona a Lava Jato na Corte.

Carlos Fernando Lima, Procurador da República, alerta que o julgamento do Supremo Tribunal Federal sobre envio dos processos de certos crimes para a Justiça Eleitoral pode representar a destruição de todo trabalho da Operação Lava Jato. Condenados como Lula e Eduardo Cunha podem ter processos anulados se a maioria dos ministros entender que é competência exclusiva da Justiça Eleitoral julgar casos de corrupção e lavagem de dinheiro onde também ocorreu crime eleitoral.

“Corremos o risco não só para o futuro das investigações da Lava Jato, mas para tudo o que ela vez até hoje. É delicado. É quase inacreditável que haja uma intenção real de se tomar essa decisão. Porque podem jogar cinco anos no lixo, por uma questão técnica sem relevância.” afirma o Procurador.

Todos os 159 condenados na Lava Jato podem ter seus processos anulados. Todo o trabalho executado nesses 5 anos de operação pode ser triturado. Basta que o STF vote contra a vontade do povo brasileiro, que vê na operação Lava-Jato a chance de poder levar o país para um futuro melhor.

Via: https://republicadecuritibaonline.com/2019/03/13/todo-o-trabalho-da-lava-jato-podera-ser-destruido-amanha-esta-nas-maos-do-supremo/

Gostou? Compartilhe Com seus Amigos!