Trump já prendeu três mil pedófilos. Julgamento rápido e pena de morte

Desde que o Presidente Trump tomou posse a 20 de janeiro de 2017, as autoridades dos EUA desmantelaram um número recorde de redes de pedofilia ligadas a círculos de tráfico de crianças por todo o país.

Mas apesar desta enorme conquista, a comunicação social manteve o silêncio em relação a este assunto

O Procurador Geral Jeff Sessions afirmou recentemente que não iria desistir das investigações existentes referentes a pedofilia, apesar das tentativas por parte de Democratas e da Comunicação Social para pôr em causa o seu trabalho e forçando-o a demitir-se.

A questão que se coloca é – porque é que a grande mídia não está cobrindo estas detenções?

Um usuário do Free Republic relata: Como um defensor acérrimo de vítimas de crimes ligados ao sexo, tenho seguido de perto as detenções feitas a pedófilos desde que Trump tomou posse. Houve um incrível aumento de mais de 1500 detenções feitas em apenas um mês; comparem isso às menos de 400 detenções relacionadas com tráfico sexual em 2014, de acordo com o FBI

Desde há um tempo que se tornou claro para mim que Trump tornaria o tráfico humano numa prioridade. A 8 de outubro de 2012 ele tweetou:

“Algo tem que ser feito em relação a estas crianças apanhadas pelos perversos. São demasiadas ocorrências – julgamento rápido, pena de morte.”

O meu palpite confirmou-se a 23 de fevereiro, quando Trump realizou uma conferência de imprensa através da Casa Branca a falar de como o tráfico humano é um “problema crónico” tanto a nível interno como externo. Ele continuou a seguir esta linha de pensamento, dizendo: “Homens e mulheres do governo federal têm-se dedicado a este assunto desde há algum tempo, como devem saber – tem havido um foco muito maior nas últimas 4 semanas.”

A conferência de imprensa quase não foi divulgada nos principais media e as detenções em massa têm sido completamente ignoradas por eles. Segue uma lista de grandes círculos de tráfico sexual que foram desmantelados desde que Trump tomou posse:

– A 27 de Janeiro as autoridades prenderam 42 pessoas numa operação contra tráfico humano no estado de Tennessee.

– A 29 de Janeiro as autoridades anunciaram que 474 pessoas foram detidas, numa operação contra tráfico humano no estado de Califórnia e 28 crianças sexualmente exploradas foram resgatadas.

– De 18 de Janeiro a 5 de fevereiro, 108 pessoas foram presas no estado de Illinois como parte de uma operação de infiltração a nível nacional que visava deter suspeitos de tráfico sexual.

– 178 pessoas foram detidas no estado de Texas por tráfico sexual numa operação secreta que durou desde janeiro até ao Domingo de Super Bowl 2017

– Durante o Detroit Auto Show, 16 pessoas foram detidas em janeiro no estado de Michigan por tráfico sexual

– Em fevereiro, as autoridades prenderam 11 pessoas no estado de Virginia numa operação de flagrante preparado que visava deter suspeitos de prostituição infantil

– A 14 de fevereiro o xerife do município de Polk anunciou que 42 pessoas foram presas em Florida como consequência de uma investigação relacionada com pornografia infantil.

Ao mesmo tempo que os principais meios de comunicação ignoravam estas detenções históricas, eles perdiam o seu tempo a rotular o ícone conservador Milo Yiannopoulo como um monstro. Afirmam que ele apoia pedofilia, baseando-se em comentários que foram feitos num vídeo há vários anos atrás.

Via juntospelobrasil.com