TSE aceita o golpe do PT e abre investigação contra Bolsonaro

Os comunistas conseguiram o que queriam. O corregedor do TSE, Jorge Mussi, decidiu hoje à noite abrir ação para investigar a suposta compra de disparos em massa de mensagens anti-PT pelo WhatsApp.

O ministro atendeu a um pedido do candidato poste, Fernando Haddad, aquele que conta a mentira que Lula foi condenado sem provas. 

Mussi aceitou abrir a investigação, mas negou o pedido de medidas cautelares feito pelos advogados do PT, que queriam que houvesse quebra de sigilo e busca e apreensão.

O presidenciável do PSL será notificado e, a partir daí, abrirá o prazo de cinco dias para que ele se manifeste.

 

Via: PAPOTV

Compartilhe em Suas Redes Sociais