URGENTE: STF tira de Moro delações sobre sítio de Atibaia e Instituto Lula

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (24) derrubar a decisão individual do ministro Edson Fachin que determinou o envio de acusações de delatores da Odebrecht contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a 13ª Vara Federal em Curitiba, comandada pelo juiz federal Sérgio Moro.

Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes entenderam que não há relação com a Lava Jato. Edson Fachin e Celso de Mello votaram pela manutenção dos termos da delação com Sérgio Moro.

Diferente do que havia sido noticiado pelos sites Migalhas e BR18, tudo indica que a ação penal contra o petista vai continuar com Sérgio Moro.

O que ficou decidido é que “essas acusações feitas por delatores não podem ser usadas nos processos em que Lula é réu pelo Sítio de Atibaia e pelas compras de um terreno que seria usado pelo Instituto Lula e uma cobertura contígua à sua em São Bernardo.
Via: PAPOTV

   

Gostou? Compartilhe!

  • 3.3K
    Shares