‘Venezuelano não é mercadoria para ser devolvido’, diz Bolsonaro