Villas Bôas diz que ONU tentou invadir a soberania Nacional

O general Eduardo Villas Bôas, comandante do Exército, falou, em entrevista ao Estadão, que na possibilidade de Lula se tornar elegível a estabilidade do país ficaria comprometida:

“O pior cenário é termos alguém sub judice, afrontando tanto a Constituição quanto a Lei da Ficha Limpa, tirando a legitimidade, dificultando a estabilidade e a governabilidade do futuro governo e dividindo ainda mais a sociedade brasileira. A Lei da Ficha Limpa se aplica a todos”.

Sobre a ONU, que emitiu uma liminar para que Lula pudesse disputasse a eleição, comandante máximo das Forças Armadas disse que se trata de uma tentativa de invasão da soberania Nacional:

“É uma tentativa de invasão da soberania nacional. Depende de nós permitir que ela se confirme ou não. Isso é algo que nos preocupa, porque pode comprometer nossa estabilidade, as condições de governabilidade e de legitimidade do próximo governo”.

Sobre o atentado contra Jair Bolsonaro, candidato líder nas pesquisas, Villas Bôas disse que é fruto de uma “intolerância muito grande”: 

“A intolerância está muito grande. E esse atentado, infelizmente, veio a confirmar essa intolerância generalizada e a nossa falta de capacidade de colocar acima dessas questões políticas, ideológicas e pessoais o interesse do País.”

 

Via: PAPOTV

     

Gostou? Compartilhe!

  • 12K
    Shares