Connect with us

Política

BNDES: Após Lula declarar os planos para a instituição, cidadãos e parlamentares reagem: ‘não aprendeu nada’

BNDES - Foto Reprodução do Twitter

Em uma viagem à Argentina, o presidente Lula deixou claro o que pretende fazer com o BNDES. Em resumo, o petista confirmou que pretende utilizar o dinheiro dos contribuintes brasileiros, por meio do banco, para financiar obras na Argentina. Ou seja, repetindo o modelo dos governos esquerdistas anteriores, no qual os tais “empréstimos” nunca foram pagos. 

Vale frisar que as declarações de Lula sobre o BNDS causaram grande preocupação e revolta. A saber, a deputada Júlia Zanatta lembrou: “Lula acaba de prometer novos financiamentos do BNDES para obras na Argentina. Pra quem não lembra, foi aí que  surgiram os escândalos de corrupção descobertos na Lava Jato. Países como Venezuela e Cuba devem mais de R $1 BI! O PT perdeu toda a vergonha de roubar o Brasil”.

Você pode gostar: Jair Bolsonaro volta a se manifestar nas redes sociais, confira

Paulo Martins dispara: “Arrombamento do BNDES para financiar os sócios” 

Vale destacar que a enxurrada de críticas continuou subindo no parlamento brasileiro. Ademais, o deputado Paulo Eduardo Martins chamou de “arrombamento” do BNDES para financiar os “sócios” do PT já anunciado. Por conseguinte, avisou que já tomou providências a tempos relativamente a este fato.

“Para evitar isso, no ano passado apresentei o PL 3019/22, que proíbe que o BNDES empreste dinheiro para o estrangeiro. É imprescindível que o Congresso apoie essa tese. Já vimos esse filme. O fim é ruim”.

Confira:  Arthur Lira: Saiba qual é a promessa de Lira para Bolsonaro caso ganhe a eleição na Câmara

No senado federal a bizarra declaração do presidente também repercutiu e o senador Plínio Valério disse: “Ainda nem nos recuperamos da distribuição farta de recursos dos brasileiros para ditaduras amigas e o caixa do BNDES volta a ser aberto”.

Por fim, até juristas detonaram a ideia de Lula: “Depois de todos os calotes que o BNDES já tomou das nações amigas do PT, dizer que ele vai “voltar a financiar os países latino-americanos” deveria ser enquadrado como crime de lesa-pátria”. Ele acrescentou: “Ao elogiar a economia argentina, com quase 100% de inflação ao ano e a explicação oficial de ser “psicológica”, Lula vai além do escárnio. Ele demonstra seu apreço por um modelo econômico que conduz à destruição de um país, à custa do sofrimento de seu povo”. Disse o jurista Fabrício Rebelo.

Confira também notícias no nosso canal no Telegram, clicando aqui.

Leia também: Joaquim Barbosa x Hamilton Mourão, saiba mais sobre o embate acalorado


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.