Connect with us

Política

Castração química: o polêmico projeto volta à tona, confira

Castração química o polêmico projeto volta à tona - Foto Reprodução do Twitter

Nesta quarta-feira, o projeto sobre castração química de estupradores voltou à tona. Após o caso do estupro de uma paciente por um médico anestesista durante sua cirurgia cesariana. Ademais, deputados federais estão cobrando penas mais duras, dessa forma abrindo uma discussão sobre a possibilidade de castração química do estuprador.

Vale informar, que a castração química consiste no uso de hormônios para privar a capacidade do condenado de de seus impulsos sexuais. Vale lembrar, que o primeiro projeto a tramitar na Câmara dos Deputados sobre este tema foi do então deputado federal Jair Bolsonaro, hoje Chefe do Executivo, presidente da República.

Você pode gostar de: Setor de Serviços é um dos principais pilares para recuperar econômica

Castração química: confira os novos projetos sobre o tema

Importante destacar que atualmente, existem projetos sobre o mesmo tema de autoria da deputada Bia Kicis (PL-DF) e de Eduardo Girão (PL-CE). A saber, a parlamentar concedeu uma entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan News, nesta quarta-feira, no qual falou sobre a polêmica castração química. De acordo com a parlamentar, o clima na Câmara agora é favorável à aprovação do PL. “Eu acho que agora haverá um clamor social para isso”, disse.

Confira: Trigo pode ter safra recorde no Brasil em 2022

“É um excelente momento para a gente colocar o projeto em pauta. E eu tenho certeza que ele será aprovado. Quem vai defender um caso como esse? Esse não tem desculpa. Não tem uma viva alma que tenha coragem de defender esse criminoso e esse tipo de prática. O clima [na Câmara dos Deputados] está favorável. Ontem, a bancada feminina assinou uma nota de repúdio nesse caso, e aí tem deputada de direita e de esquerda. Eu acho que esse caso mexeu tanto com todo mundo e com as mulheres que não tem como se opor. Acho que esse é o momento perfeito para a gente levar adiante esse projeto. E eu acredito que o clima seja favorável, sim, para aprovação”, completou Bia Kicis.

Talvez você possa gostar: Eduardo Bolsonaro desmonta mais uma fake news da Globo

SEGUE A GENTE TAMBÉM NO TWITTER:

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.