Connect with us

Política

Manifestações: Jornalista militante da CNN tentar culpar Bolsonaro e toma invertida de Romeu Zema

Manifestações Jornalista militante da CNN tentar culpar Bolsonaro - Foto Reprodução do Twitter

Como já era de se imaginar, a velha mídia já começou a criação desenfreada de narrativas em cima das manifestações em Brasília. Em resumo, a apresentadora da CNN Brasil fez uma entrevista com o governador de Minas Gerais Romeu Zema e tentou dar uma “lacrada” em cima da situação. 

Usando o que as narrativas de outras mídias, a jornalista militante tentou colocar Romeu Zema contra a parede, dizendo que precisava compreender o posicionamento, e disse que as discussões iam além das discussões, dos amores e dores de uma política e chamou as manifestações de atos antidemocráticos.

Você pode gostar: Nikolas se posiciona sobre quebra-quebra em Brasília e gera polêmica: “Eu tenho moral para falar isso”

Confira a tentativa de lacração e a humilhante invertida que a jornalista tomou de Zema sobre as manifestações

Em resumo, a jornalista disse: “Estamos falando de manifestações antidemocráticos, então o senhor, como um governador que teve o apoio da gestão federal, um governador que é mais conectado com a gestão de Bolsonaro. Eu gostaria de ouvi-lo sobre a diferença de tudo isso que está acontecendo nas últimas horas. De criminosos e que em parte responsabilizam Jair Bolsonaro por todas essas atitudes.” Disse a apresentadora 

Em resposta, Romeu Zema deixou a jornalista desconcertada ao relembrar que fatos como este que ocorreram em Brasília no último domingo, já aconteceram antes. Além disso, disse que ele não lembra que teria incriminado alguém na conclusão do inquérito.

“Em primeiro lugar, nós temos que lembrar que estes fatos aconteceram antes e eu não sei se nós já temos algum inquérito concluído que incrimine alguém. Até que qualquer investigação seja concluída, na minha opinião, é prematuro culpar qualquer pessoa.” Disparou Romeu Zema. 

Internautas reagiram: “Zema dá uma tirada ótima na Jornalista militante da CNN, ela investiga, julga e manda prender, aqui que ponto chegou essa imprensa sem credibilidade nenhuma!!!!” Escreveu um seguidor. 

Confira também notícias no nosso canal no Telegram, clicando aqui.

Leia também:  Manifestantes são retirados do QG em Brasília e reação na web é dividida: “Estamos em uma ditadura”


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.