Connect with us

Política

Nova pesquisa mostra que 53,2% da população não querem a volta do Lula 

Nova pesquisa rejeição do Lula - Foto Reprodução do Twitter

Neste sábado, dia 24 de setembro, a nova pesquisa da Brasmarket, está deixando à esquerda em desespero. Afinal, o levantamento indica que 53,2% dos eleitores entrevistados rejeitam, no modelo estimulado (quando um cartão com as opções é mostrado ao eleitor), votar no ex-presidiário Lula. 

A gigantesca rejeição ao petista é cerca de 19,4 pontos percentuais de diferença para o segundo colocado, o presidente Jair Bolsonaro, que tem 31,4%. Por conseguinte, Ciro Gomes ficou em terceiro lugar na rejeição com 2,6%. Por fim, os demais candidatos registram menos de 1% de rejeição por parte do eleitor.

Você pode gostar: Roberto Barroso devolve mandato de invasor de igrejas e revolta conservadores, confira

Nova pesquisas: Rejeição (estimulada)

Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 53,2%

Jair Bolsonaro (PL): 33,8%

Ciro Gomes (PDT): 2,6%

Simone Tebet (MDB): 0,7%

Soraya Thronicke (União): 0,4%

Vera Batista (PSTU): 0,1%

Felipe d’Ávila (Novo): menos de 0,1%

Padre Kelmon (PTB): menos de 0,1%

Constituinte Eymael (DC): menos de 0,1%

Leonardo Péricles (UP): 0%

Sofia Manzano (PCB): 0%

Não rejeita nenhum: 4,9%

Não sabe/sem resposta: 4,2%

Bolsonaro libera as intenções de votos na nova pesquisa da Brasmarket 

Enfim, diferente dos famigerados levantamentos dos outros institutos de pesquisa que foram divulgados na última semana, o resultado do Brasmarket foi outro. Ou seja, enquanto Ipec e Datafolha mostram Lula na frente, a nova pesquisa da Brasmarket afirma que Bolsonaro (PL) lidera e com muita folga. 

Confira: TSE derruba fake news de esquerda que afirma parceria entre Ciro Gomes e Bolsonaro, entenda: 

Assim, segundo a pesquisa estimulada (quando os nomes são apresentados ao entrevistado), Bolsonaro possui 44,9% das intenções de voto. Por outro lado, o ex-presidiário Lula (PT) aparece em segundo com 31%. Em seguida, Ciro Gomes, do PDT, na terceira posição, com 6,5% e Simone Tebet (MDB) ficou em quarto, com 4,5%. 

Por fim, os outros candidatos ficaram com menos de 1% das intenções de voto e votos brancos e nulos bateram 6,2% além de 5,7% para os indecisos. 

Leia também: Paulo Figueiredo manda Guga Noblat “tnc” ao vivo  após o blogueiro debochar de sua emoção 

SEGUE A GENTE TAMBÉM NO TWITTER:

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.