Connect with us

Política

Senador Eduardo Girão desafia decisões de Moraes no STF

Senador Eduardo Girão Desafia Decisões de Moraes no STF
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Girão confronta as decisões de Moraes em plenário

Na última quinta-feira, uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), marcou um novo capítulo nos eventos relacionados aos atos de 8 de janeiro. Moraes ordenou a prisão de 208 pessoas acusadas de descumprir medidas cautelares, e autorizou a Polícia Federal a investigar e capturar aqueles que fugiram para outros países.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O senador Eduardo Girão (Novo-CE) posicionou-se firmemente contra as ações de Moraes, denunciando o que ele considera uma sequência de arbitrariedades contra cidadãos brasileiros. Segundo Girão, essas medidas resultaram na transformação dos detidos em “presos políticos”, com seus direitos constitucionais de defesa severamente comprometidos. Em resposta, o senador propôs uma audiência pública na Comissão de Direitos Humanos do Senado para debater as “barbaridades” associadas a essas detenções.

Girão fez uma comparação impactante entre esta operação e a Operação Lava Jato, que ocorreu de 2014 a 2021. Ele destacou que, ao contrário da Lava Jato, que mirava criminosos poderosos e corruptos, responsáveis pelo desvio de bilhões de reais, a atual ofensiva da PF parece focar em opositores do governo de Lula, caracterizando-a como uma perseguição política.

As críticas se estendem às condições de detenção. Ezequiel Silveira, advogado da Associação dos Familiares e Vítimas de 8 de janeiro, descreveu as prisões recentes como ilegais e precipitadas, baseadas no temor de fuga. Girão apontou os casos de Felício Manuel Araújo, veterinário, e Iraci Nagoshi, professora aposentada, que enfrentam penas severas, embora neguem participação nos atos de janeiro.

Finalizando seu pronunciamento, Girão apelou ao governo e às autoridades para que cessem as perseguições e priorizem a justiça e o respeito aos princípios do Estado democrático de direito, penalizando apenas aqueles que realmente causaram danos durante os protestos.

Leia Também:

📲 Participe Gratuitamente do Nosso Canal Exclusivo no WhatsApp. 🔔 Clique e Siga para Notícias em Tempo Real! 🌟

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.