Connect with us

Política

Em alta velocidade: STF acelera o julgamento que pode tornar Lira réu

Avatar of Alteni

Published

on

Em alta velocidade: STF acelera o julgamento que pode tornar Lira réu
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Detalhes da Ação Contra Lira

O Supremo Tribunal Federal (STF) está aumentando a velocidade no julgamento de uma ação que envolve o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). A questão, que diz respeito a uma denúncia de corrupção passiva contra o deputado federal, está programada para ser analisada na próxima terça-feira, 6, pela Primeira Turma da Suprema Corte.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 2020, os ministros, Alexandre de Moraes, Marco Aurélio Mello (agora aposentado) e Luís Roberto Barroso formaram a maioria e votaram pela rejeição do recurso de Lira. Dias Toffoli, que foi recentemente transferido para a Segunda Turma, no entanto, solicitou mais tempo para análise do processo, o que resultou na pausa da apelação do presidente da Câmara. Toffoli tinha até o dia 19 de junho para recolocar o recurso em pauta, mas optou por fazê-lo nesta quarta-feira.

A denúncia em questão, formulada em abril de 2018 pela então procuradora-geral da República, Raquel Dodge, acusa Lira de receber uma propina de R$ 106 mil de Francisco Colombo, então presidente da Companhia Brasileira de Transportes Urbanos (CBTU). Esta suposta propina foi interceptada no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, em posse de um assessor parlamentar de Lira.

Outras Controvérsias

Paralelamente a essa situação, a Corte suspendeu um processo impetrado também por Lira contra seu adversário político no estado de Alagoas, o senador Renan Calheiros (MDB-AL). A decisão liminar será analisada em plenário virtual entre os dias 16 e 23 de junho. Em 2022, Calheiros acusou Lira de abuso de poder, alegando interferência nas eleições em território alagoano.

Lira respondeu às acusações com uma ação de calúnia, injúria e difamação, que foi inicialmente aceita na 1ª Vara Criminal de Brasília, em janeiro deste ano. No entanto, o ministro André Mendonça — indicado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro – optou por suspender a tramitação de maneira liminar, concordando com a argumentação da defesa de que a vara competente em julgar ações de políticos federais em seu mandato é o STF.

Estes acontecimentos surgem num momento de tensão entre Lira e o governo federal, após o presidente da Câmara afirmar que há uma ‘insatisfação generalizada’ por parte dos deputados com o Planalto.

Receba notícias exclusivas no nosso grupo do WhatsApp! Clique aqui para entrar.

Você também pode Gostar:

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.