Connect with us

Política

Tirou da reta, que fala? Lewandowski diz que não é responsabilidade do TSE fiscalizar inserções

LEWANDOWSKI E STF - FOTO TWITTER

Nesta quarta-feira, dia 26 de outubro, o ministro Ricardo Lewandowski, vice-presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), voltou a causar alvoroço nas redes. Em resumo, o ministro disse que a Corte Eleitoral não tem a função de distribuir nem fiscalizar se as emissoras de rádio e TV estão exibindo as inserções das candidaturas.

De acordo com o magistrado, o Tribunal não teria nem estrutura para essa medida. “Em princípio, a distribuição das inserções e a colocação dessas inserções não é responsabilidade do TSE. Nem fiscalizar. O TSE não tem nem instrumentos para isso e não é exigência legal. As rádios fazem isso de acordo com a resolução que regula a matéria”, disse Lewandowski a jornalistas no STF.

Leia também: Alexandre Gomes Machado: Saiba o que está por trás da exoneração do servidor responsável pelas inserções

O ministro Lewandowski também comentou sobre a exoneração do servidor Alexandre Gomes

Vale informar que o ministro Lewandowski também foi perguntado sobre a exoneração do servidor Alexandre Gomes Machado. A saber, ele trabalhava no setor do pool de emissoras do horário eleitoral gratuito. Entretanto, o magistrado afirmou que estava pela manhã em uma reunião referente à nova Lei do Impeachment e não acompanhou o caso.

“Não posso dizer mais do que vocês sabem, ainda vou me inteirar”, disse Lewandowski. Vale informar que Alexandre Machado foi exonerado hoje (26) e em seguida foi à Polícia Federal prestar depoimento em relação à sua saída. Ademais, o servidor afirmou que não foi informado sobre o motivo de sua saída.

Por fim, vale informar que Barros relatou aos policiais que encaminhou um e-mail da rádio JM Online à chefe de gabinete do secretário-geral, Ludmila Boldo. No conteúdo do e-mail a emissora diz ter deixado de levar ao ar 100 inserções do candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) entre os dias 7 e 10 de outubro de 2022.

“Que cerca de 30 minutos após esta comunicação foi informado, pelo seu chefe imediato, de que estava sendo exonerado, porém não lhe foi informado quanto à motivação de sua exoneração”, relatou à PF. Por fim, vale informar que as informações são do Portal UOL.

SEGUE A GENTE TAMBÉM NO TWITTER:

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.