Connect with us

Política

“Uma roubada”! Entenda por que a ida dos ministros a Nova York não foi uma boa ideia

Ministros em Nova York - Foto Reprodução do Twitter

Uma verdadeira roubada! É dessa forma, que está sendo encarada a participação dos ministros do STF em Nova York. A saber, hoje dia 14 de novembro e amanhã será realizado um evento que está sendo organizado por João Dória sendo chamado de: “O Brasil e o Respeito à Democracia e à Liberdade”. 

Mas as pessoas que vão falar neste evento acabam deixando-o com cara de ironia ou até mesmo hipocrisia. Afinal, foram esses ministros os responsáveis pela revolta na população brasileira, com protestos que já duram 14 dias seguidos em diversos locais no Brasil. Mas os protestos também aconteceram em Nova York, e lá existe liberdade de verdade, este é apenas um dos motivos do evento ser “uma roubada”.

Você pode gostar: Marcelo de Carvalho, dono da rede TV detona velha imprensa: “Viúvas do #fique em casa”, saiba mais

Confira em detalhes quem discursa no evento que está parecendo “uma roubada” para nossos ministros    

Os ministros do Supremo tribunal federal em Nova York que ironicamente vão falar sobre liberdade e democracia são: 

Alexandre de Moraes, que fala (acreditem) sobre o respeito à liberdade e à democracia; além disso, o evento também contará com Luís Roberto Barroso, que vale lembrar, já falou mal do Brasil no exterior mais de uma vez; por conseguinte, Gilmar Mendes, que na semana passada liberou a “bagatela” de R$ 5,5 milhões da conta de previdência da Marisa Letícia, ex-mulher de Lula, no Bradesco.

O jornalista Alexandre Garcia comentou sobre a liberação desse dinheiro, fazendo uma comparação com um brasileiro que supostamente ganha R $10 mil por mês. “Eu me lembrei que se você ganha R$ 10 mil, consegue economizar R$ 2 mil e coloca em um plano de previdência, vai levar uns 220 anos para chegar a R$ 5,5 milhões, mas tudo bem.” Disparou o jornalista. 

Confira: Nova York: Jornalista ironiza ministros do STF que sofreram protestos nos EUA “Não adianta mandar capangas”

Mas continuando sobre o evento em Nova York ser uma roubada para nossos ministros, temos ainda, Carmem Lúcia, que já tentou lacrar com um “cala boca, já morreu”, contudo, não morreu, pois ela abriu uma exceção e contínua a censura. Além disso, temos Ricardo Lewandowski, que presidiu o julgamento de Dilma Rousseff e passou por cima como um rolo compressor de um artigo da Constituição, fazendo com que ela fosse condenada, mas não recebesse uma pena.

Por fim, ainda tem Dias Toffoli, que como presidente do Supremo Tribunal Federal criou um inquérito sem Ministério Público e o entregou a ninguém menos que Alexandre de Moraes. Pode parecer inacreditável, mas são estes ministros que vão falar, hoje e amanhã, em Nova York, sobre o Brasil e o respeito à democracia e à liberdade. Ou seja, é ou não é uma roubada?

Assista também:

Que tristeza! Luciano Hang rasga o coração sobre o Brasil, entenda

Leia também: Que vexame! Torcedores vaiam Lula em corrida de Fórmula 1, assista

SEGUE A GENTE TAMBÉM NO TWITTER:

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.