Connect with us

Política

Alexandre de Moraes derruba contas com base em pedidos de órgão chefiado por ele mesmo, revela relatório internacional

Avatar of Alteni

Published

on

Alexandre de Moraes derruba contas com base em pedidos de órgão chefiado por ele mesmo, revela relatório internacional
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Relatório dos EUA destaca ações de Alexandre de Moraes no monitoramento de redes sociais

Um relatório recente dos Estados Unidos lançou luz sobre as ações de Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo o documento, ele teria utilizado sua posição para monitorar e derrubar contas em redes sociais, baseando-se em pedidos de um órgão que ele mesmo preside.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A análise, realizada por um comitê do Congresso Americano, detalha que após uma intimação parlamentar ao X (anteriormente conhecido como Twitter) e ao seu CEO, Elon Musk, diversas decisões de Alexandre Moraes foram reveladas. Estas incluem a exclusão de conteúdos da internet que ele julgava inapropriados, refletindo um potencial conflito de interesses.

No Brasil, a Assessoria Especial de Enfrentamento à Desinformação, criada sob a gestão de Edson Fachin no TSE em 2022, é liderada pelo delegado José Fernando Chuy. Este órgão é encarregado de monitorar as redes sociais e identificar publicações que considera irregulares, as quais são depois avaliadas por Alexandre de Moraes para possível remoção.

O relatório americano vai além e sugere que as atividades de Moraes podem ter influenciado até mesmo decisões no STF. Ele é acusado de utilizar seu “novo e extraordinário poder” para reprimir críticos, tanto da direita quanto da esquerda, apontando para uma crescente censura no Brasil, semelhante ao observado em outros países como Canadá e França.

Intitulado “O ataque à liberdade de expressão no exterior e o silêncio da administração Biden: o caso do Brasil”, o documento insta o Congresso dos EUA a reagir contra a censura global, citando preocupações com a postura tanto do governo democrata de Joe Biden quanto do judiciário brasileiro.

A publicação do relatório reforça a imagem de Jair Bolsonaro e seus apoiadores como vítimas de perseguição pelo judiciário, numa época em que o confronto entre o X e Moraes se intensifica. Este cenário destaca a necessidade de vigilância e questionamento das práticas judiciais e governamentais no Brasil.

Leia Também:

📲 Participe Gratuitamente do Nosso Canal Exclusivo no WhatsApp. 🔔 Clique e Siga para Notícias em Tempo Real! 🌟

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.