Connect with us

Política

“Eu autorizo Presidente” já é o assunto mais comentado na web, confira 

Eu autorizo Presidente - Foto Reprodução do Twitter

Nesta quinta-feira, dia 24 de novembro, a tag “Eu Autorizo Presidente” já é uma das menções mais comentadas nas redes sociais. Em resumo, a menção surgiu após as últimas decisões do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes, que além de não aceitar os questionamentos do PL ainda multou o partido em R$ 22 milhões.  

Por conseguinte, agora as redes sociais estão inundadas com centenas de milhares de comentários sobre o assunto. Vale destacar a menção do “Eu autorizo Presidente” no qual os conservadores pedem uma ação mais dura de Jair Bolsonaro para frear de vez os absurdos do magistrado, que já se mostrou sem limites. 

Você pode gostar: Bolsonaro se reúne com comandante das Forças Armadas e agita redes sociais

Confira a repercussão na web da chamada: “Eu autorizo Presidente” 

Não existe limites de protestos na população tanto nas ruas quanto nas redes sociais e a última cartada agora é a menção “Eu autorizo Presidente” confira alguns comentários relacionados ao momento difícil da população brasileira, que teme mais do que nunca a perda de sua liberdade. 

“Bolsonaro sozinho não seria capaz de derrotar o sistema. O Presidente em seus discursos nos preparou para o fronte. A vitória está próxima e temos que ficar firmes até o sistema cair! O caminho via 4 linhas da CF e da democracia acabou, morreu e está fedendo!” Comentou um internauta.

Confira: Havan não renova patrocínio de clubes após vitória de Lula, confira os times que foram afetados

“Eu concordo. Acho que temos que acabar com os bandidos agora. São letais, cada dia traz avanços e crimes contra o povo de parte deles. Temos que dar o xeque-mate agora! Motivos ja têm aos montes.” Disparou outro internauta. 

“Já não existe mais as 4 linhas. É um absurdo, ver o que esse cabeça de ovo faz. Ele realmente se acha o dono do Brasil. Não dá mais pra ter conversinha mole. Porr*, não dá mais, infelizmente chegamos ao limite dentro das 4 linhas. “É hora de honrar a constituição. Ele foi longe demais, além de qualquer meio aceitável” Comentou outro usuário. 

Confira também notícias no nosso canal no Telegram, clicando aqui.

Leia também: Marcel van Hattem: “O congresso está apequenado e acovardado

SEGUE A GENTE TAMBÉM NO TWITTER:

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.