Connect with us

Política

Paulo Figueiredo diz que nunca viu tanto descontentamento das tropas do Exército e das polícias

Paulo Figueiredo - Foto Reprodução do Twitter

Neste domingo, dia 27 de novembro, o jornalista Paulo Figueiredo fez uma análise sobre o que estaria planejando as forças de Defesa do Brasil em relação à crise atual. Em resumo, o comentarista deixou claro que as manifestações podem passar a impressão que não está adiantando, mas, na verdade, está e, além disso, as tropas estão descontentes com o cenário atual. 

“Pode dar a impressão de que não está adiantando, mas eu prometo: está. E vou além: eu nunca vi tanto descontentamento na tropa (e nas polícias) como hoje. Há alguma divisão entre os generais, é verdade, mas, destes para baixo, há um quase consenso de que está tudo errado.” Disparou Paulo Figueiredo no Twitter.

Você pode gostar: Elon Musk decide quem vai apoiar nas eleições americanas e não é Trump, confira

Paulo Figueiredo entende que pressão maior está sendo “de baixo para cima” como em 64

Outra observação de Paulo Figueiredo é sobre a pressão sofrida pelas forças de defesa do país. Contudo, assim como em 1964, a pressão maior está de baixo para cima. “Isso é a mera discrição responsável dos fatos como os vejo: muito mais pressão de baixo para cima povo -> tropas → comando → presidente, do que de cima para baixo. Similar a 1964, aliás. É por isso que, os que estão em cima, não sentiram ainda.” 

Confira: Barroso volta a zombar de manifestantes e velha mídia vibra como nunca

Por fim, o comentarista da Jovem Pan deixou claro que a história rima, mas não está se repetindo. Além disso, afirmou que, na verdade, não sabe onde vamos parar ou se tudo isso dará em alguma coisa. “A história rima, mas não se repete. Eu não sei onde vamos parar, nem sei se dará em algo AGORA, até pela mencionada falta de liderança. Vivemos tempos inéditos e rogo pelo restabelecimento e manutenção da democracia plena, conseguida pelo sangue e suor de meus ancestrais.” Concluiu o jornalista.

Confira também notícias no nosso canal no Telegram, clicando aqui.

Leia também: Mourão e Bolsonaro em rápida conversa agita redes sociais: “Abre o jogo”


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.