Connect with us

Política

Zanin, o ministro do STF que chegou ao topo sem mestrado nem doutorado

Avatar of Alteni

Published

on

Zanin, o ministro do STF que chegou ao topo sem mestrado nem doutorado
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Notável Saber Jurídico: A Única Exigência Constitucional

Na atual composição da Corte, apenas dois dos dez magistrados não possuem doutorado — Rosa Weber e Dias Toffoli, ambos indicados por presidentes petistas. Agora, Zanin junta-se a este grupo exclusivo. A presidente atual do Supremo, escolhida por Dilma Rousseff (PT) em seu primeiro mandato em 2011, e o ex-advogado-geral da União, uma indicação de Lula em 2009, são os outros membros deste conjunto de ministros sem doutorado. No entanto, todos os outros ministros possuem o título acadêmico mais alto — o doutorado — com alguns, como Luís Roberto Barroso e Luiz Edson Fachin, já possuindo pós-doutorado no momento da indicação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com 47 anos, Zanin pode permanecer na Corte até 2050. Ele ganhou projeção como advogado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Operação Lava Jato, um ponto que certamente contribuiu para sua nomeação. Esta foi a última etapa do processo de indicação. Agora, o presidente publicará a nomeação no Diário Oficial da União (DOU) e a posse no STF deve ocorrer em agosto, em virtude do recesso do Judiciário em julho.

Você também pode Gostar: Assista: Marcos do Val revela detalhes chocantes da ação da PF em vídeo revelador

Os Doutores do Supremo Tribunal Federal e a Exceção de Zanin

Ao estabelecer os critérios para a nomeação de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), a Constituição é silenciosa sobre a necessidade de títulos acadêmicos. No entanto, Zanin é um exemplo claro de como o “notável saber jurídico”, conforme estipulado no artigo 101, não é necessariamente sinônimo de possuir títulos de mestrado ou doutorado. Apesar disso, esse conceito aberto não impediu que os ministros fossem questionados sobre suas jornadas acadêmicas antes de ingressarem no Supremo.

STF Completo Novamente com a Chegada de Zanin

Com a entrada de Zanin na Corte, o STF volta a ter 11 ministros em sua composição. Desde o dia 11 de abril, havia uma cadeira vaga na mais alta instância do Judiciário brasileiro após a aposentadoria do ex-ministro Ricardo Lewandowski. Zanin, que advogou para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nos processos relacionados à Operação Lava Jato, também foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça mais cedo, em uma votação cujo placar foi de 21 votos favoráveis e 5 contrários.

Zanin no STF: Perguntas no Senado e Respostas Cautelosas

Cristiano Zanin, indicado ao Supremo Tribunal Federal por seu antigo cliente e atual presidente da República, enfrentou um intenso questionamento dos senadores. As questões focaram na falta de imparcialidade em sua indicação, dada a estreita relação profissional que manteve com o líder petista. Além disso, os senadores buscaram esclarecer o posicionamento de Zanin em relação a futuros julgamentos que envolvam o Partido dos Trabalhadores e questões sensíveis e de grande interesse público, como a legalização das drogas e o aborto.

Leia também: Revelações à Vista: CPMI Libera Quebra de Sigilo nas Investigações do STF

Receba notícias exclusivas no nosso grupo do WhatsApp! Clique aqui para entrar.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.