Connect with us

Política

Benedito Gonçalves: O ministro do TSE que cassou Deltan já foi citado na Lava Jato

Avatar of Alteni

Published

on

Benedito Gonçalves: O ministro do TSE que cassou Deltan já foi citado na Lava Jato
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Ministro do TSE e a Cassação de Deltan Dallagnol

Benedito Gonçalves, o notório ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que trouxe à tona a cassação do ex-deputado federal Deltan Dallagnol, tem sua própria história entrelaçada com a Operação Lava Jato.

Benedito Gonçalves e a Lava Jato

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Lava Jato, famosa operação de combate à corrupção, já teve Gonçalves em seu radar devido à sua proximidade com Léo Pinheiro, ex-presidente da empreiteira OAS, também envolvida em acusações de corrupção.

Ainda antes da validação da delação de Pinheiro em 2019, o nome de Benedito Gonçalves foi apontado em um procedimento investigativo. Raquel Dodge, na época procuradora-geral da República, solicitou o arquivamento, alegando extinção da punibilidade e prescrição, conforme informado pelo jornal Folha de S.Paulo.

Denúncia e Arquivamento

O ministro Benedito Gonçalves já esteve na mira de uma denúncia no Conselho Nacional de Justiça em 2015. Entretanto, a mesma foi arquivada no ano subsequente.

Em meio às negociações para um acordo de delação, Pinheiro revelou ter conhecido Gonçalves em 2013, quando se encontrou com o ministro para discutir questões judiciais envolvendo a OAS no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Juízos Favoráveis e Implicações

Segundo relatos de Pinheiro na delação, em suas reuniões, ambos discutiram possíveis estratégias para a candidatura de Gonçalves. Em mensagens trocadas com o presidente da OAS, Gonçalves pediu “empenho e dedicação” para seu “projeto” e solicitou que Pinheiro se aproximasse de políticos com quem mantinha relação.

Implicações Contínuas

Em um desdobramento surpreendente, Pinheiro afirmou que, em 2014, a OAS contratou o cartório onde um filho de Gonçalves trabalhava no Rio de Janeiro, para serviços de autenticação e reconhecimento de firma. Essa contratação implicava em pagamentos mensais da OAS variando de R$ 5 mil a R$ 7 mil.

Receba notícias exclusivas no nosso grupo do WhatsApp! Clique aqui para entrar.

Você também pode Gostar:

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.