Connect with us

Política

Esquerda brasileira defende “voto impresso para checagem” nas eleições da Venezuela

Avatar of Rizete Silva

Published

on

Esquerda brasileira defende “voto impresso para checagem” nas eleições da Venezuela
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Esquerda do Brasil defende voto impresso em eleições da Venezuela

Em 2021, parlamentares de esquerda no Brasil manifestaram forte oposição à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 135/19, que buscava tornar obrigatório o voto impresso no país. A deputada Fernanda Melchionna (PSOL-RS) classificou a proposta como um “retrocesso”, enquanto membros do PT criticaram a medida como uma manobra do então presidente Jair Bolsonaro para “criar confusão nas eleições”. Contrariamente a essa postura anterior, agora esses mesmos parlamentares expressam apoio ao uso do voto impresso na Venezuela para a “checagem” dos resultados eleitorais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na última terça-feira, uma coalizão de políticos, organizações e ativistas de esquerda do Brasil manifestou apoio ao processo eleitoral venezuelano através de um manifesto, elogiando o sistema de “voto impresso para checagem” do país. Entre os signatários, encontram-se quatro deputados federais do PT: Airton Faleiro (PA), Dionilson Marcon (RS), Nilto Tatto (SP) e Valmir Assunção (BA), além de três deputados estaduais do partido e o deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP).

A eleição presidencial venezuelana, agendada para 28 de julho, tem Nicolás Maduro como seu candidato mais notável, enfrentando oposição limitada a políticos alinhados ao regime ou a uma oposição nominal. Apesar das graves violações de direitos humanos, perseguições, crise econômica, pobreza, fome e milhões de refugiados, como documentado pela ONU, Maduro ainda conta com o apoio de setores da esquerda brasileira.

Em uma nota de solidariedade ao regime de Maduro, parlamentares, organizações e ativistas destacaram o sistema eleitoral venezuelano, que combina urnas eletrônicas com voto impresso para auditoria, como um modelo de democracia. Curiosamente, em 2021, Gleisi Hoffmann, presidente do PT, criticou Bolsonaro por apoiar o voto impresso no Brasil, alegando que facilitaria a auditoria das eleições — um argumento que os petistas classificaram como “falso”.

Líderes da oposição em 2021, como Arlindo Chinaglia (PT-SP), alertaram que a contagem de votos impressos poderia tornar as eleições brasileiras menos seguras, reiterando a preocupação com a manipulação física dos votos. Essa preocupação era compartilhada por Odair Cunha (PT-MG), que destacou os avanços do voto eletrônico no Brasil na eliminação de fraudes manuais.

Leia Também:

📲 Participe Gratuitamente do Nosso Canal Exclusivo no WhatsApp. 🔔 Clique e Siga para Notícias em Tempo Real! 🌟

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.