Connect with us

Economia

Segundo Ipea: Preço de alimento pesa, e inflação acelera para mais pobres

Avatar of Rizete Silva

Published

on

Ipea destaca o impacto devastador da inflação nos alimentos para famílias de baixa renda
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ipea destaca o impacto da inflação nos alimentos

Embora a inflação oficial do país tenha mostrado sinais de desaceleração de dezembro de 2023 a janeiro de 2024, as famílias de menor renda enfrentaram um cenário oposto, com um aumento significativo nos preços dos alimentos. O Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda, elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), evidenciou que a inflação se intensificou para as duas faixas de renda mais baixas em janeiro, em contraste com a redução observada nas demais classes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Enquanto os preços dos alimentos pressionaram as despesas das famílias mais vulneráveis, o declínio no custo das passagens aéreas beneficiou os estratos mais abastados da população. Para os indivíduos pertencentes à faixa de alta renda (com renda domiciliar superior a R$ 21.059,92), a variação de preços foi praticamente nula em janeiro, registrando uma insignificante alta de 0,04%, uma redução considerável em relação aos 0,62% de dezembro.

Apesar do aumento da inflação em janeiro, as famílias de baixa renda apresentaram o menor índice de inflação acumulada em 12 meses, com 3,47%, enquanto a maior taxa foi observada entre os mais ricos, alcançando 5,67%. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado nos últimos 12 meses até janeiro foi de 4,51%.

Para as famílias de renda extremamente baixa (com renda domiciliar inferior a R$ 2.105,99), a inflação subiu de 0,61% em dezembro para 0,66% em janeiro. Entre as famílias de baixa renda (com renda entre R$ 2.105,99 e R$ 3.158,99), a inflação aumentou de 0,55% para 0,59%.

Ademais, a inflação desacelerou para as outras três classes de renda entre dezembro e janeiro, alinhando-se à tendência geral do IPCA, que diminuiu de 0,56% para 0,42% no período.

Maria Andreia Parente Lameiras, técnica do Ipea responsável pelo indicador, destacou que “o principal vetor inflacionário para as classes de renda mais baixa foram os alimentos e bebidas, refletindo o aumento nos preços dos alimentos consumidos no domicílio, notadamente cereais (6,8%), tubérculos (11,1%), frutas (5,1%) e óleos e gorduras (2,1%)”.

Leia Também:

📲 Participe Gratuitamente do Nosso Canal Exclusivo no WhatsApp. 🔔 Clique e Siga para Notícias em Tempo Real! 🌟

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.