Connect with us

Política

Polícia federal: Saiba a verdade sobre a minuta de decreto na casa de Anderson Torres para instaurar estado de defesa 

Polícia federal e Anderson Torres - Foto Reprodução do Twitter

Nesta quinta-feira, dia 12 de janeiro, uma nova notícia caiu em Brasília como uma “bomba” e a esquerda tratou de explorar bastante. Em resumo, a Polícia Federal encontrou na residência de Anderson Torres, ex-ministro da Justiça, uma minuta (proposta) de decreto.

De acordo com toda a imprensa esquerdista, esta minuta de decreto seria para o então presidente Jair Bolsonaro (PL) instaurar estado de defesa na sede do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). E ainda segundo a velha imprensa, dessa forma o ex-presidente reverteria o resultado das eleições. 

Você pode gostar: Bia Kicis questiona tratamento a Flávio Dino: “Pau que dá em Chico dá em Francisco” 

Esquerda faz alvoroço em cima da ação da Polícia federal 

Vale frisar que as informações sobre a Polícia Federal são vagas, sujeitas a inúmeras interpretações, seria quase leviano fazer afirmações de forma tão precipitada. Além disso, nas maioria das matérias veiculadas pela velha imprensa o que se vê são opiniões dos “especialistas” e nenhum fato. 

Por conseguinte, os opositores de Jair Bolsonaro já começaram o estardalhaço, um dos mais euforicos foi o decadente político João Amoêdo. Que usou o twitter para tentar “lacrar”: 

Confira: Barroso debocha do “perdeu mané” enquanto o Brasil vive pior crise da história, entenda 

“A Polícia Federal encontrou ontem na casa de Anderson Torres, ex-ministro da Justiça de Bolsonaro, minuta de documento para tentar alterar o resultado da eleição. Mais uma evidência de que Bolsonaro e seus aliados colocam a nossa democracia em risco.” Escreveu o político que foi expulso do partido novo após fazer o L.

Por fim, apoiadores de Bolsonaro acreditam que a tal “prova” pode ter sido até mesmo plantada na casa de Anderson Torres. “Cara vou te falar uma coisa bem sincera, toda e qualquer invasão a domicílio sem o proprietário autorizar é crime, pois como vc mesmo falou encontraram ou põe ter sido plantando. Está prova em um tribunal sério não vale nada.” Disparou um internauta. 

Confira também notícias no nosso canal no Telegram, clicando aqui.

Leia também: Vai prender também? Saiba o que o ex-ministro do STF Marco Aurélio falou sobre Moraes 


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.