Connect with us

Política

Paulo Figueiredo sobre as descobertas do PL no relatório: “Essas pessoas precisam ser responsabilizadas” 

Paulo Figueiredo - Foto Reprodução do Twitter

Nesta terça-feira, dia 22 de novembro, o comentarista Paulo Figueiredo da Jovem Pan fez duros comentários sobre o relatório do PL. Em resumo, o jornalista defende que os responsáveis pelos erros e inconsistências nas urnas sejam responsabilizados.  

“Hoje é o dia que acabou a farsa, acabou essa história de sistema inviolável, o sistema é maravilhoso, que os Estados Unidos, deveria se espelhar. Acabou, acabou essa porcaria, isso aí não existe mais. Essa palhaçada do TSE batendo no peito dizendo que o sistema era inviolável, que era seguro, o único sistema eletrônico no mundo que era perfeito. Motivo de chacota essa afirmação.” Disparou Paulo Figueiredo.

Você pode gostar: Felipe Neto tenta desqualificar o relatório do PL, mas toma invertida de seguidores: “Galvão! Sentiu..”

Paulo Figueiredo chama sistema que apoia a democracia brasileira é uma “vergonha” 

Ainda em tom duro, o jornalista Paulo Figueiredo detonou o sistema em que a democracia no Brasil se apoia. Em resumo, para o comentarista da Jovem Pan o sistema é uma vergonha. Por fim, ainda defendeu a demissão dos responsáveis, começando pelo presidente do TSE.

“O sistema pelo qual se apoia toda a democracia brasileira é uma vergonha. Essas pessoas que conduzem o sistema eleitoral brasileiro, precisam ser responsabilizadas. Vocês são servidores públicos, vocês precisam ser demitidos, todos vocês, do presidente do TSE ao cara lá de baixo.” Disse o jornalista.

Confira: Valdemar Costa solta a bomba e relatório mostra: Bolsonaro 51% e Lula 48%

Por fim, ainda esculachou o serviço do TSE e ainda disse que todo mundo já sabia das revelações do relatório. “Hora se uma empresa presta um serviço horroroso como foi prestado. Vocês me desculpem, mas tudo que foi dito no relatório a gente já sabia há um mês pelo menos. Quando foi feita a live do argentino já havia sido apontada essa inconsistência, essa questão da identidade dos eleitores, isso já havia sido dito antes.” Comentou Paulo Figueiredo.  

Confira também notícias no nosso canal no Telegram, clicando aqui.

Leia também: Valdemar não se intimida com Gilmar Mendes e entrega relatório: “Deve ter uma bomba atômica na mão”

SEGUE A GENTE TAMBÉM NO TWITTER:

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.