Connect with us

Política

Reforma Educacional à Vista? Plano de Lula para Financiar Órgão Regulador com Impostos de Faculdades Particulares

Avatar of Rizete Silva

Published

on

Reforma Educacional à Vista? Plano de Lula para Financiar Órgão Regulador com Impostos de Faculdades Particulares
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Governo Lula Avalia Cobrança de Impostos de Faculdades Particulares para Sustentar Órgão Regulador

O Ministro da Educação, Camilo Santana, revelou nesta sexta-feira (12) uma nova medida do governo Lula: a possível aplicação de um imposto sobre faculdades particulares. Este passo, segundo o ministro, visa financiar um órgão regulador robusto para o setor de ensino superior privado no país.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo, Santana argumentou a favor da criação de um instituto com equipe ampliada. O propósito seria uma gestão mais eficaz e abrangente do ensino superior privado no Brasil. “Precisamos de avaliações e estudos constantes”, justificou, “e nada mais justo do que cobrar das instituições privadas, que têm o lucro como objetivo.”

Atualmente, a responsabilidade pela regulamentação das faculdades particulares reside na Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres), uma subdivisão do Ministério da Educação. Santana apontou para um estudo indicando a viabilidade econômica do novo instituto, dada a magnitude do setor de educação privada no Brasil.

Esta proposta não é inédita. Em 2012, no governo Dilma Rousseff, surgiu a ideia do Instituto Nacional de Supervisão e Avaliação da Educação Superior (Insaes). O projeto, orçado em R$ 43,4 milhões anuais (aproximadamente R$ 90 milhões em valores atuais), enfrentou resistência significativa do setor educacional privado e não prosperou no Congresso Nacional.

O plano atual reflete uma continuidade dessa visão, embora enfrente críticas. Setores conservadores e de direita expressam preocupação com o aumento da carga tributária e a possível interferência governamental excessiva na educação privada. Eles enfatizam a importância de uma regulamentação equilibrada que não sobrecarregue financeiramente as instituições nem comprometa sua autonomia e inovação.

Em suma, a iniciativa do governo Lula de impor novos impostos às faculdades particulares, embora apresentada como um meio de melhorar a regulamentação do ensino superior, suscita debates acalorados sobre a relação entre o setor público e privado na educação. Enquanto o governo defende a necessidade de mais recursos para a regulação efetiva, críticos alertam para os riscos de uma intervenção excessiva e os impactos potenciais sobre a liberdade e a qualidade da educação superior privada.

Você também pode gostar: Fachin Anula Condenação de João Vaccari Neto de 24 Anos de Prisão; Entenda o Caso

📢 Receba notícias pelo WhatsApp. Entre grátis no nosso canal. Clique e siga!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.