Connect with us

Política

Alexandre de Moraes manda PF investigar o presidente da CPI do MST

Avatar of Alteni

Published

on

Alexandre de Moraes manda PF investigar o presidente da CPI do MST
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ministro Alexandre de Moraes determina investigação contra Tenente-Coronel Zucco

O cenário político nacional está sob alta tensão. Na última quarta-feira, 17, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou que a Polícia Federal (PF) deveria investigar o deputado federal Tenente-Coronel Zucco (Republicanos-RS). A suspeita é de que Zucco, atual presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), incentivou atos antidemocráticos no Rio Grande do Sul e em Brasília.

A denúncia e a decisão do STF

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O processo contra Zucco começou após o recebimento de uma notícia de fato levada ao Ministério Público Federal (MPF). A notícia de fato apontava para o suposto “patrocínio e incentivo” de Zucco a atos antidemocráticos, como o bloqueio de estradas após a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva sobre Jair Bolsonaro na eleição presidencial.

Esta notícia de fato, que também mencionava publicações feitas por Zucco nas redes sociais entre outubro e novembro de 2022, antes de assumir seu posto na Câmara, foi encaminhada ao STF pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), a pedido do MPF, devido ao foro privilegiado do deputado.

A transferência do caso para o STF

A Procuradoria Regional da República da 4ª Região defendeu a transferência da investigação para o STF porque “tramitam de modo concentrado na Suprema Corte diversos inquéritos correlatos, inclusive envolvendo pessoas não detentoras de prerrogativa de foro, mas lá investigadas por força de eventual conexão”.

A continuidade das investigações

Diante dessas circunstâncias, o ministro Alexandre de Moraes tomou a decisão de que a PF deveria continuar com a investigação. Em suas palavras, “Encaminhem-se os autos à Polícia Federal, para continuidade das investigações”. A documentação necessária para a investigação foi disponibilizada a PF na sexta-feira, dia 19.

Receba notícias exclusivas no nosso grupo do WhatsApp! Clique aqui para entrar.

Você também pode Gostar:

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.