Connect with us

Caso de polícia

Investigação expõe plano de terror do PCC para sequestrar e eliminar autoridades — saiba quem são as vítimas

Avatar of Alteni

Published

on

Investigação expõe plano de terror do PCC para sequestrar e eliminar autoridades
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Operação Sequaz: o plano audacioso do PCC para sequestrar e eliminar autoridades

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quarta-feira (22/3), a Operação Sequaz, cujo objetivo é desmantelar um plano ousado do Primeiro Comando da Capital (PCC) para sequestrar e assassinar servidores públicos e autoridades brasileiras.

Alvos principais: Sergio Moro e Lincoln Gakiya na mira do PCC

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Entre os alvos do plano do PCC estavam o ex-juiz e atual senador Sergio Moro (União Brasil/PR) e o promotor de Justiça Lincoln Gakiya, membro do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado de São Paulo (Gaeco). A Operação Sequaz ocorre em cinco unidades federativas: Roraima, Paraná, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Investigação revela: plano do PCC incluía atentados coordenados e ameaça à família de Moro

A investigação conduzida pela Polícia Federal revelou que os ataques poderiam ser realizados de forma simultânea, com os principais suspeitos localizados nos estados de São Paulo e Paraná. Em suas redes sociais, Sergio Moro afirmou que o plano do PCC também envolvia o assassinato de sua família.

Você também pode Gostar: Tempos difíceis para o varejo: Centauro fecha 10 unidades em todo o país

Investigação revela motivação por trás do plano de sequestro e assassinato

As informações obtidas pela investigação indicam que o sequestro e a morte de Moro e outras autoridades visavam obter dinheiro e negociar a libertação de Marcos Willians Herbas Camacho, conhecido como Marcola, líder do PCC. No início deste ano, Marcola foi transferido do Presídio Federal de Porto Velho (RO) para o de Brasília.

Operação Sequaz em ação: a atuação de 120 policiais federais e a execução de mandados

Para cumprir os objetivos da Operação Sequaz, cerca de 120 policiais federais estão envolvidos na execução de 24 mandados de busca e apreensão, sete mandados de prisão preventiva e quatro mandados de prisão temporária nos estados de Mato Grosso do Sul, Rondônia, São Paulo e Paraná.

Polícia Federal e parceiros: a luta conjunta contra o crime organizado

A Polícia Federal, com o apoio de outras instituições e órgãos de segurança, visa garantir a segurança das autoridades envolvidas e impedir a realização dos planos criminosos do PCC. A Operação Sequaz é um passo importante na luta contra o crime organizado no país, demonstrando o compromisso das autoridades em coibir ações que ameacem a ordem pública e a integridade dos servidores e representantes do Estado.

Confira também notícias no nosso canal no Telegram, clicando aqui.

Leia também: Escândalo na TV Globo: marido de Giovanna Antonelli é acusado de oferecer papel em troca de sexo

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.