Connect with us

sem categoria

BISPO CATÓLICO CALA MINISTRA ROSA WEBER, EM AUDIÊNCIA PÚBLICA, VEJAM O QUE ELE FALOU…

Avatar of Alteni

Published

on

BISPO CATÓLICO CALA MINISTRA ROSA WEBER, EM AUDIÊNCIA PÚBLICA, VEJAM O QUE ELE FALOU...
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bispo aborda a defesa da vida e confronta diretamente as perspectivas da Ministra Rosa Weber durante audiência sobre a ADPF 442.

Em um contundente discurso, o representante da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), confrontou as ideias de Ministra Rosa Weber, relatora da ADPF 442, evidenciando o embate entre valores morais, éticos e religiosos presentes na discussão. O tema, indubitavelmente delicado e repleto de nuances, reverberou questões de ordem moral, ética e religiosa, inserindo-se como um ponto polêmico e sensível no cenário jurídico atual.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De início, o bispo expressou sua gratidão à Ministra Rosa Weber, destacando o reconhecimento dela quanto à complexidade e sensibilidade do tema em pauta. No entanto, em suas palavras, houve uma clara insatisfação sobre a generalização e desqualificação de vozes religiosas como fundamentalistas e fanáticas.

O representante da CNBB sublinhou sua adesão a dados científicos que confirmam o início da vida a partir da concepção e defendeu fervorosamente a proteção da vida humana, criticando qualquer atentado contra ela. Segundo ele, os argumentos contrários desconsideram essencialmente a existência do bebê, focalizando erroneamente a discussão e tratando a questão como um problema unicamente de saúde pública.

A menção dos artigos 124 e 126 do Código Penal ressaltou que a questão debatida não se alinha somente a perspectivas jurídicas, mas transcende para um cenário onde o papel maternal é impositivo, desconsiderando, assim, as mulheres que optam por não abortar.

O discurso do bispo culminou na abordagem da inerente e irrevogável necessidade de proteção à vida, criticando a possível permissão de interrupção da vida de seres humanos indefesos e inocentes. Para ele, a questão não é apenas a autonomia e liberdade da mulher, mas também a existência de um ser humano único e irrepetível em desenvolvimento. Ele provocou o Supremo Tribunal Federal sobre como poderiam justificar a nossa incapacidade de políticas públicas de proteção à saúde reprodutiva da mulher.

Segundo o bispo, a CNBB defende a implementação de políticas públicas que efetivamente assistam às mulheres em áreas diversas como saúde, segurança, educação sexual e outros, especialmente nas regiões mais carentes do Brasil. Ele destacou que o debate em torno dessas políticas deveria ser discutido no âmbito legislativo e não exclusivamente no Judiciário.

O bispo convidou a Ministra Rosa Weber para visitar pessoalmente as casas Pró-Vida, a fim de que ela possa conhecer as mulheres e seus filhos que optaram pela vida, manifestando o desejo de que a Ministra se posicione contra qualquer forma de discriminação e atentado contra a vida nascente.

O discurso, veemente e apaixonado, ressoou como um clamor por justiça, solidariedade e fraternidade, manifestando a fé e o compromisso com a defesa da vida. Foi um chamado eloquente para as autoridades públicas reconhecerem e defendam o direito à vida, sem concessões ou discriminações, assegurando de forma integral e inalienável o bem mais precioso da condição humana.

O representante da CNBB disse ser importante lutar contra o aborto e auxiliar as mães e seus filhos a terem proteção e segurança. Ele disse que a sociedade não precisa aprovar o aborto por pressão externa, mas pode criar alternativas boas e humanitárias.

Veja o vídeo:

Você também pode gostar: Uber Bate o Pé: não pagará multa de R$ 1 bilhão e suspenderá contratações até esgotar todos os recursos

📢 RECEBA NOTÍCIAS EM PRIMEIRA MÃO DIRETAMENTE NO SEU WHATSAPP. 🚀 SEJA PARTE DO NOSSO CANAL EXCLUSIVO HOJE MESMO, E ADIVINHE, É 100% GRÁTIS! CLIQUE AQUI E NOS SIGA, É GRÁTIS!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao usar nossos serviços você concorda com as nossas políticas de privacidade.